Noiva chora no peito do polícia. Depois olham para parte de trás do vestido dela e reparam numa coisa IMPRESSIONANTE…

O casamento é um dia muito importante não só para o casal, mas também para toda a família. É a difícil altura em que os pais percebem que os filhos estão crescer e a sair do “ninho”. Mas o casamento desta jovem foi diferente…

Em 2009, o polícia Walter Mundell, pai de Kirsten, foi morto enquanto estava de serviço. Seis anos depois, a filha ia se casar ele não iria estar presente naquele momento importante, deixando a devastada.
noiva1
A cerimónia começou com uma dedicação ao falecido. Uma cadeira dos lugares da frente estava reservada com um casaco da farda de polícia, em homenagem ao pai e herói.
noiva2
Kirsten pediu ao polícia Don Jones que a levasse até ao altar, em substituição do seu progenitor, e que dançasse com ela na festa de casamento. Mas quando chegou a altura da dança de pai e filha, a noiva teve uma surpresa…
noiva3
Não foi só um, mas quatro colegas do pai que dançaram com Kirsten, por turnos. A jovem não conseguiu conter a emoção com os gestos dos polícias e começou a chorar.
noiva4
É sem dúvida incrível a maneira como eles acarinharam e confortaram a recém casada…
noiva5
A fotógrafa Angela Lyons captou os belos momentos e colocou no Facebook. As fotografias demonstram as emoções fortes que se sentiram no casamento e têm se tornado virais. Bem diz o ditado “uma imagem vale mais do que mil palavras”.
noiva6
O vestido de Kirsten também era muito especial. A parte de trás do corpete tinha uma fita azul, em tributo ao seu “anjo de azul”, representando o pai de farda.
noiva7
Embora Mundell não estivesse presente na cerimónia, Kirsten teve muito apoio e a sua memória irá estar sempre com ela.

A noiva nunca esquecerá os gestos de empatia e carinho dos quatro polícias. Sem dúvida uma bela maneira de honrar o pai… Partilha com os teus amigos esta linda história!

Via: Histórias com Valor

DEIXE SEU COMENTÁRIO

comentários

Recomendados Para Você: