Ela operou a mandíbula e a arcada dentária. A mudança é impressionante!

mandibula
Na cultura ocidental, ultimamente, o valor da beleza física ganhou tal importância que muitos consideram o aspecto físico uma questão funcional importante no desenvolvimento de cada pessoa. Da mesma forma, a autoaceitação e seu impacto na autoestima, são considerados cada vez mais importante no processo de adaptação social. A autorejeição e a baixa autoestima são reconhecidas como fontes de conflitos pessoais que causam sofrimentos psicológicos, por vezes graves.

É importante que o paciente que decida se submeter a uma cirurgia estética tenha uma ideia muito clara e concisa de sua finalidade, bem como dos riscos que possam trazer. Por outro lado, a importância de ter uma boa aparência nas relações sociais e emocionais é altíssima, além de, também, influenciar a moda, que é orientada em direção a uma grande exposição do corpo.

No artigo de hoje, vamos conhecer o interessante caso de uma menina que decidiu se submeter a uma cirurgia estética. Além da sua aparência física, seu dia a dia também melhorou muito. Você quer conhecer a história dela? Quer ver o antes e o depois? Continue lendo…

Graças a uma avançada cirurgia, a vida da jovem Ellie Jones mudou radicalmente. Esta menina de 20 anos de idade tinha uma malformação dos ossos de sua mandíbula que gerava desalinhamento dos dentes e, ao mesmo tempo, uma deformidade facial congênita. Esses fatores faziam com que ela mordesse de forma incorreta. Isso lhe ocasionava uma enorme variedade de problemas em seu dia a dia e, então, ela decidiu mudar.
ellie
Aos 14 anos, ela colocou aparelhos nos dentes pela primeira vez e seu ortodontista percebeu que sua mandíbula não havia crescido desde que ela tinha oito anos de idade. Em seguida, ela visitou um cirurgião bucomaxilofacial, no País de Gales, que iria ajudá-la a mudar sua vida para sempre. Sua primeira operação, aos 16 anos, foi muito dolorosa e a incapacitou de falar…

“Eu tive que ficar numa dieta líquida por cerca de um mês, foi muito difícil e eu não podia falar bem. Eu tinha que usar um notebook para me comunicar com os outros. Depois de um tempo, eu conseguia murmurar algumas palavras. Além disso, também, desenvolvi um leve ceceio no início, devido ao inchaço da minha boca “.- Ellie Jones contou a um jornal local. O que ela não sabia era que sua situação iria mudar completamente…

Quase 6 meses após a cirurgia, seu rosto ficou lindo. Sua mandíbula havia sido cortada horizontal e verticalmente. Mas isso não foi tudo… Um ano depois, ela optou por uma cirurgia corretiva no queixo, que ela sempre achou muito pequeno. Como comentamos acima, ele não havia crescido mais desde os 8 de idade dela. Ela, finalmente, havia decidido se sentir bem sobre si mesma.
elli2

Eu me senti principalmente aliviada. Senti que poderia ser eu mesma.” Jones trabalha como assistente em uma loja e vive com seu pai, Simon, sua mãe, Natalie, e sua irmã, Chloe, de 21 anos. A operação lhe deu muita confiança e a fez, finalmente, se sentir normal. A menina também disse que sua nova confiança a ajudou, inclusive, a melhorar em suas aulas de dança. “Eu era tímida, mas agora me sinto muito confiante. Isso mudou minha vida.”
ellie3
Atualmente, ela quer ser fotógrafa e sua mãe apoia suas ambições. “A cirurgia não só mudou a forma como Ellie se vê, mas também como ela se apresenta. Sua confiança cresceu e ela se transformou em uma bela jovem“, diz a mãe. Mas nem tudo acaba aí: as seguintes declarações da cirurgiã principal o farão pensar, muitas pessoas estão em risco e não sabem…

Emma Woolley, cirurgiã de Ellie Jones, disse que, muitas vezes, as pessoas não percebem que têm uma mandíbula deformada, levando a terríveis problemas a longo prazo. “Muitas pessoas realmente não percebem que têm uma mandíbula deformada e simplesmente aceitam que elas têm dificuldade em mastigar. Quando não se trata disso cedo, isso pode causar reais dificuldades mais tarde na vida.

Estou muito feliz em ver que o tratamento fez uma diferença decisiva e que devolveu a Ellie sua confiança” – diz Emma. “A cirurgia e a medicina avançaram ao longo dos séculos para solucionar problemas como este. Temos uma responsabilidade para com as pessoas, se elas têm alguma complicação ou algum defeito que fazem com que se sintam complexadas, devemos corrigi-lo.
ellie4
Esta foi a história de Ellie Jones. Ela decidiu superar seus medos e se submeter a uma complicada operação. Felizmente, tudo correu divinamente e, graças a isso, ela pode levar uma vida normal. Nos alegramos muito por ela. Você já sabe: se por acaso tiver alguma enfermidade ou sentir algo estranho, corra ao médico. Eles com certeza o ajudarão.

Você gostou deste artigo? Se gostou e quiser ler mais deste tipo de história, compartilhe-o com seus amigos e dê um Like em nossa página no Facebook.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

comentários