Esta idosa passou 6 longos anos à beira da morte. Mas o pior choque ainda estava por vir.

Johnnie Hodges, de 90 anos, passou a vida toda se comportando como uma homem “direito”. Ele se casou com sua namorada de colégio, Flora, e eles sempre foram fiéis um ao outro – apesar das tragédias que se abateram sobre suas vidas. Durante a Segunda Guerra Mundial, Johnnie teve que virar um soldado e passou muitos meses longe de casa. Mas ele conseguiu retornar em segurança para sua Flora, que ficou lhe esperando. Juntos, eles depois se mudaram para Buffalo, Nova York (Estados Unidos), apaixonados como no primeiro dia.
flora1
A vida parecia maravilhosa. Johnnie trabalhava como motorista de ônibus, ganhava um bom salário e pode até comprar uma casa. O sonho americano se tornou realidade para a família Hodges: eles passaram 60 anos juntos e felizes, tiveram filhos, tornaram-se avós orgulhosos e seu amor seguiu firme e forte.
flora2
Mas, em algum momento, Johnnie notou que Flora estava se tornando cada vez mais esquecida. Ela simplesmente não conseguia se lembrar das coisas e tornou-se confusa e insegura. Uma visita ao médico confirmou o pior: Flora tinha Alzheimer. O diagnóstico mudou a vida do casal de idosos. Porém, em vez de colocar Flora num asilo, Johnnie resolveu cuidar sozinho de sua esposa em casa, para que ela pudesse morrer da maneira como ela tinha vivido – cercada de amor e nos braços de seu marido.

Depois de quase 67 anos de casamento, o momento mais difícil para este veterano de guerra foi dizer adeus ao amor da sua vida. Ele lamenta profundamente a morte de Flora, mas sabe que ela estará para sempre com ele através das memórias que o cercam em seu lar. Porém, apenas um ano depois do funeral, veio o próximo choque: o banco avisou que Johnnie devia 70.000 dólares (aproximadamente 270.000 reais) e que, por isso, ele tinha que sair da sua casa! Para cuidar de sua esposa, o idoso havia usado todas as suas economias, e agora ele precisava desistir do único lugar que ainda o ligava a ela. Quando ele se recusou a abandonar a casa e as suas memórias, a polícia bateu à sua porta.
flora3
O idoso – que quase morreu por seu país durante a guerra – mal podia acreditar que seu governo estivesse usando a polícia para tirá-lo da sua residência. Mas ele insiste em sua recusa e a polícia não ousa removê-lo à força. Após algum tempo, no entanto, Johnnie acabou sendo levado para um hospital psiquiátrico. A imobiliária começou a limpar sua casa e, um ano após Flora ter falecido, parecia que ele havia perdido tudo. Os filhos não sabiam do problema do pai, porque ele era orgulhoso demais para pedir ajuda e manteve a crise financeira em segredo.

Durante todo o processo, Johnnie se manteve calado. O que aconteceu em seguida, no entanto, foi maravilhoso.

Fotos da evacuação da casa se espalharam pela internet e isso gerou uma enorme onda de compaixão. Milhares de pessoas resolveram doar dinheiro para ajudar o idoso e, num curto espaço de tempo, mais de 100.000 dólares (386.000 reais) foram angariados. Johnnie Hodges pode então pagar suas dívidas e voltar para sua casa. Hoje, ele ainda vive no mesmo lugar e agradece a Deus por essas pessoas terem sido tão generosas.

Mesmo que Johnnie ainda sinta falta da sua Flora, ele sente sua presença em cada segundo, e sabe que ela está esperando por ele num plano superior.
flora4

Johnnie Hodges poderá viver seus últimos anos em paz. Quando lhe perguntam sobre o que esta casa significa para ele, ele responde: “Eu trabalhei a vida inteira por ela e eu gostaria de ficar aqui até que eu deixar este mundo”. E graças a bondade de seus vizinhos e de muitas outras pessoas, ele conseguirá fazer isso.

Se você achou a história de Johnny linda e emocionante, compartilhe este artigo com todos os seus amigos.

Via: Não Acredito

DEIXE SEU COMENTÁRIO

comentários

Recomendados Para Você: