Dor no Abdome: Mapa Revela o que pode ser a causa dessa dor

Muitas vezes sentimos dor na barriga e não sabemos identificar a sua origem. Será no estômago? Na vesícula? No apêndice? São muitas as possibilidades. O mapa abaixo vai ajudar você a identificar a dor. Mas é importante que saiba que somente um médico pode dar o diagnóstico definitivo. O que você pode ter, com esse mapa, é um indicativo de onde está vindo a dor. Mas ele não tem a precisão de um diagnóstico médico.

É preciso ter atenção especial a certas dores, como no apêndice, pois o tratamento tem que se iniciar o mais rápido possível. Então, não negligencie. Sentiu dor e essa dor não passa, procure um médico imediatamente.

E o mapa, como ele funciona? Como dissemos, ele indica a possível origem da dor.

Os números 1, 4 e 7 representam o lado direito do ventre.

O 2, 5 e 8, a região central

E 3, 6 e 9, o esquerdo.

Identifique o local da dor e saiba qual a possível causa:

1. cálculos biliares, úlcera gástrica, inflamação do pâncreas;

2. cálculos biliares, úlcera de estômago, refluxo ácido, indigestão, inflamação do pâncreas, hérnia epigástrica;

3. úlcera gástrica, úlcera duodenal, obstrução do duto biliar, inflamação do pâncreas;

4. cálculos biliares, inflamação do trato urinário, constipação, hérnia lombar;

5. inflamação do pâncreas, estágio inicial de inflamação do apêndice, úlcera do estômago, hérnia umbilical;

6. cálculos biliares, doença diverticular, constipação, inflamação no intestino;

7. inflamação do apêndice, constipação, problemas ginecológicos (endometriose, etc.), hérnia inguinal, cálculo renal;

8. inflamação do trato urinário, apêndice inflamado, inflamação do cólon, problemas ginecológicos, doença diverticular;

9. doença diverticular, dor pélvica – problemas ginecológicos, hérnia inguinal, cálculo renal.

Importante! Este mapa serve apenas como ajuda antes de uma consulta a um profissional. Afinal, somente depois de exames médicos é que se pode realmente ter a certeza da origem de determinada dor.

Obs: Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Publicidade

DEIXE SEU COMENTÁRIO

comentários

Recomendados Para Você: